SharePoint

Cinco métricas chave para o SharePoint

O SharePoint, gerenciador de conteúdo e publicador automático da Microsoft é um investimento que pode gerar grande satisfação para os usuários e administradores de qualquer organização.

Permite armazenar, organizar, compartilhar e acessar informações desde qualquer dispositivo, e ao mesmo tempo reduzindo os custos operacionais e aumentado a segurança da organização, controlando o vazamento de informações confidenciais.

O SharePoint pode resolver muitos problemas, mas como saber que está sendo realmente útil para a organização?

Cinco métricas chave ajudarão a determinar se o SharePoint está satisfazendo as expectativas:

  1. Engajamento dos Usuários: As taxas de adoção, de engajamento e penetração permite criar um ponto de referência a partir do qual se pode reprojetar as estratégias de adoção e engajamento que permitam melhorar constantemente o impacto do SharePoint na produtividade da empresa.
  2. Acesso ao conteúdo: Não basta saber qual os 10 de documentos mais acessados. Use métricas de uso e atividade para melhorar sua infraestrutura de CMS (Content Management System) e entenda como diferentes equipes, regiões e usuários preferem acessar, contribuir e usar o conteúdo.
  3. Usuários e Atividades: Identifique quem usa o SharePoint, para o que e por quanto tempo. Permita que influenciadores inspirem outros usuários e incentive as atividades para melhorar a experiência, diversificar a interação e faça o seu site mais dinâmico e poderoso.
  4. Efetividade de campanhas: Uma vez que se consiga identificar pontos problemáticos, crie táticas para melhorar as taxas de engajamento. Criar páginas novas e dinâmicas que levem os usuários a conteúdos e páginas esquecidas, dar vida a páginas estáticas, ou procurar formas de fazer páginas mais interativas e atrativas. Meça o impacto de cada tática que colocar em ação!
  5. Eficácia da Busca: Defina como a busca ajuda ou atrapalha a capacidade dos usuários para encontrar o que de fato precisam. Determine os termos de busca que funcionam, os que não e, os que levam os usuários a lugares sem sentido. Depois, conserte-os. Redefina a identificação do conteúdo e táticas baseadas em casos reais e ajude os seus usuários a serem mais felizes e produtivos.

Existem varias soluções possíveis para se conseguir essas métricas, algumas especificas para SharePoint e recomendadas pela própria Microsoft.

Eduardo Sato
Especialista em métricas digitais é CTO da Interaction.

 

 

Deixe um Comentário

vinte − seis =

Próximo ArtigoInfográfico: os acertos e erros das PMEs nas redes sociais